Busca no site:
Atendimeto Skype

Argentina

Réveillon em Buenos Aires

CP4 Traveller - Réveillon em Buenos Aires - Caminito CP4 Traveller - Reveillon em Buenos Aires - Solar Flower CP4 Traveller - Réveillon em Buenos Aires - Fogos CP4 Traveller - Réveillon em Buenos Aires - Casa Rosada

Que tal passar um Réveillon diferente e conhecer a terra do Tango? A Argentina possui uma série de atrações e Buenos Aires tem um charme especial. A capital do país tem avenidas largas e o clima é totalmente europeu. Aproveite para conhecer a tradicional Feira de San Telmo, conhecer Puerto Madero, dançar tango, beber um bom vinho e, é claro, comer o famoso dulce de leche!

São quatro dias de um mergulho na cultura desse país vizinho. A programação conta com dias livres, para que cada viajante possa conhecer cada local de forma individualizada, depois de ter tido um city tour.

Uma oportunidade imperdível!. Reserve já a sua vaga, pois os lugares são limitados.

Incluído

- Passagem Aérea Voando TAM
- 04 Noites de Hospedagem no hotel escolhido
- Café da Manhã diário e taxas
- Traslado de chegada e saída (regular)
- Meio Dia de City Tour (regular)

Não Incluído

A programação não inclui Ceia de Réveillon.

Serviços

- Seguro Viagem
- Suporte 24 horas das centrais móveis CP4
- Acompanhamento online da CP4
- Kit CP4
- Emissão do cartão Visa Travel Money
- Orientação para visto, caso necessário
- Emissão do cartão Visa Travel Money

Datas de Embarque: Dezembro 

Investimento: Fale com um Consultor CP4


 

Fale com a CP4 Traveller

Nome:
E-mail:
Telefone:
Mensagem:
Informe o que você vê na imagem ao lado:
 

 

« voltar

Foi, Falou e Disse...

Maria Julia Judson


Na verdade, eu sempre quis viver um tempo no exterior e viver novas experiências. Quando a oportunidade apareceu, eu fiquei mais do que contente em participar!

Essa foi minha primeira vez viajando sozinha para o exterior. Acho que foi a parte mais emocionante do intercâmbio. Você, sozinho no aeroporto, sem saber pra onde ir, com sua mochila nas costas e suas passagens na mão, é tenso. É quando aquele ditado literalmente faz sentido: "Quem tem boca vai a Roma". Bem, eu descobri que quem tem boca também consegue chegar ao Canadá.

Escolhi o Canadá, pois muitas pessoas me recomendaram e também pela curiosidade em saber como seria o país mais desenvolvido do mundo. Quando desembarquei do avião, reparei como os canadenses são simpáticos.

No meu primeiro dia com minha host family, fiquei surpresa com duas coisas: o horário das refeições e o horário de dormir. Muito diferente do que eu estava acostumada em casa! Meus três hostbrothers menores Zack (8), Ben (10) e Adam (13) às 8 da manhã já estão acordados, pulando pela casa, assistindo tv e jogando video-game.

Às 8 da manhã é o breakfast, 12:00h é o lunch, que seria "lanche", e não almoço, (ai meu Deus, saudade daquele arroz e feijão, ovo e batatas fritas). E então, só às 5 da tarde é o supper (almoço/jantar). Demorou um pouco a me adaptar a esses horários. Meus hostbrothers menores dormem às 8 da noite e meus hostparents dormem às 10. Os canadenses dormem muito cedo - ou sou eu que durmo muito tarde?

Juntos, estamos sempre indo aos treinos de hockey. Eu fiquei encantada com o hockey. Além de ser o esporte oficial do Canadá, é muito divertido.

Durante a semana estou no colégio. A matéria que eu mais gosto é Comunnity Rec. Saímos para fazer várias atividades, golf, pool, skating, roof volley, swimmimg e os professores são muito simpáticos, sempre dispostos a ajudar. No colégio há muitos grupos formados, muitas patricinhas (elas usam exatamente as mesmas roupas, os mesmos sapatos, as mesmas bolsas, o mesmo penteado!!), muitos mauricinhos e skatistas.

Logo no início do programa, fiz algumas amizades. Não demorei muito para descobrir que eu era um dos 4 brasileiros do meu colégio. Em pouco tempo, nos tornamos melhores amigos. Fiz deles uma espécie de família. Minha vizinha, Laura, é alemã. Por mais que nossas culturas sejam diferentes, somos amigas. Tenho a primeira aula do dia com ela, então todos os dias eu bato na sua porta e vamos juntas para o colégio. Nos dias em que ela está desanimada eu a animo, dizendo que somos muito fortes por estarmos aqui, enfrentarmos as situações para chegar até onde estamos agora. Que estamos aqui para crescer, amadurecer e ter independência. Graças ao International Student Camp, fiz amizades maravilhosas! Aprendi algumas gírias, ensinei português para outros intercambistas e fui a muitos eventos e acampamentos do colégio - o que é perfeito para conhecer gente nova.

Vou sentir saudades do Canadá, da minha host family, dos meus amigos, mas voltarei para casa com muitas lembranças boas na mala! Meu intercâmbio me fez conhecer coisas de meu próprio país e falar o máximo de Inglês possível! Até porque, quem não quer voltar para casa com um sotaque diferente?