Busca no site:
Atendimeto Skype

Rússia


Em um território tão vasto e com características tão díspares, a Rússia ainda oferece ao visitante muita história, cultura, arte e tradição.

É o maior país do mundo em extensão territorial e, em comparação com o Brasil, é cerca de duas vezes maior. É banhada pelas águas de 12 mares e tem 12 fusos horários. Está sob a influência de quatro zonas climáticas – ártica, subártica, temperada e subtropical –, que determinam o clima da Rússia com quatro estações por ano: inverno longo e com muita neve, primavera temperada, verão curto e quente e outono chuvoso. As temperaturas médias variam entre -50°C a 25°C.

Cerca de 14% do território - Sibéria Norte e Norte do Oriente - ficam além do Círculo Polar com o solo permanentemente congelado. A noite lá dura dois meses. É a terra do sol da meia-noite. No sul do país, principalmente na costa do Mar Negro, o clima é subtropical com o inverno curto e úmido e verão longo e quente. Praias bonitas, sol e águas cristalinas atraem turistas de todo o país.

Em um território tão grande e com tantas características diferenciadas, a Rússia ainda oferece ao visitante muita história, cultura, arte e tradição. Na dança, o balé Bolshoi é um dos mais importantes do mundo. Nureyev e Barishinikov são dois ícones russos. Na música, sua contribuição é grande também, com compositores brilhantes como Tchaikovsky e Stravinsky. Na literatura, exportou nomes como Gógol, Tchekhov e Dostoiévsky. A dança russa – o sapateado – juntamente com a bebida símbolo do país, a vodka, é largamente apreciada em todo o mundo. Os idiomas são russo, ucraniano e bielorusso.

A capital é Moscou, principal centro econômico e político do país.

Outras cidades importantes são São Petersburgo, Niijni Novgorod e Novosibirsk. A moeda é o Rublo.

Venha visitar a Rússia e ter um experiência de estudo ou turismo inesquecível!


 

O melhor da Rússia e Ucrânia

Neste roteiro, você vai conhecer as históricas Rússia e Ucrânia, passando pelo melhor de São Petersburgo, Moscou e Kiev. Esta é uma viagem ao coração da cultura eslava, onde você vai passar noites na enigmática… Leia mais.

Foi, Falou e Disse...

Fernanda Marcolini


Tenho 41 anos e duas filhas adolescentes que estudam em escolas bilíngüe e são fluentes em inglês. Todas as vezes que viajávamos para o exterior, elas ficavam envergonhadas com os meus erros no idioma e implicavam sempre que eu abria a boca. Além de cometer muitos erros, eu sentia muita vergonha de falar. Então, decidi que iria deixá-las de férias e cuidaria sozinha dessa questão.

Uma amiga da minha mãe que tem 80 anos  - isso mesmo, 80 anos! - indicou a CP4 e o curso da Cambridge Academy of English, em Cambridge, na Inglaterra. Ela havia feito o mesmo programa há seis anos. Eu achei a história fantástica porque pensava que esse tipo de intercâmbio era só para jovens. Me achava muito velha para isso. Embarquei para a Inglaterra em julho de 2010. A família que me hospedou foi muito bacana. Era um casal da minha idade com dois filhos pequenos.A escola ficava perto de casa e eu ia andando todos os dias.

No primeiro dia, perguntaram qual era a minha prioridade, e eu disse que queria falar inglês! Conheci muita gente de todos os lugares. Na minha turma havia coreano, alemão, árabe,italiano, angolano. O mais novo tinha 17 anos e eu nem era a mais velha, porque havia uma francesa com 43 anos. Nas horas livres, a escola organizava sessões de cinema, passeios ao teatro e a outras cidades. Fui a todos, mas também fiz muita coisa sozinha. Fui a Londres e à Escócia de trem. Foi ótimo! Cada momento lá foi especial. Se tivesse que dar um conselho, diria: Não tenham medo!

Na volta, passei pela CP4. Gostei do intercâmbio para a Nova Zelândia. Estou amadurecendo a idéia...