Busca no site:
Atendimeto Skype

Ásia

Um lugar onde as tradições passadas fazem parte do presente, lar de cenários inesquecíveis. A cada novo destino, um pedaço de nossa história pode ser encontrado. Da Muralha da China até os céus da Capadócia, conheça os mistérios guardados há séculos por este continente.

China

Berço de uma civilização milenar, a China, "Terra dos Dragões", possui mais de 1 bilhão de habitantes - 22% da população mundial. É considerada atualmente uma das mais importantes economias… Leia mais.

Cingapura

Única é a palavra que mais descreve Cingapura. Ela é tudo ao mesmo tempo: uma ilha, uma cidade e um país. Uma cidade dinâmica, rica em contrastes e cores, onde se encontra uma harmoniosa mistura… Leia mais.

Japão -  CP4 Cursos no Exterior|Traveller

Japão

O Japão, ou como os japoneses o chamam, Nippon (que significa a Terra do Sol Nascente) é um arquipélago localizado no leste da Ásia, no Oceano Pacífico, composto por milhares de ilhas. Como a maioria… Leia mais.

Rússia - CP4 Cursos no Exterior|Traveller

Rússia

Em um território tão vasto e com características tão díspares, a Rússia ainda oferece ao visitante muita história, cultura, arte e tradição. É o maior país do mundo em extensão territorial… Leia mais.

Foi, Falou e Disse...

Juliana Colombo


Resolvi realizar esse programa para testar meu inglês e conhecer outra cultura. Já tinha viajado antes, mas somente como turista, nunca havia passado uma temporada no exterior.

Fui surpreendida ao encontrar um povo extremamente acolhedor, dócil e gentil. Fiz vários amigos americanos que com certeza serão lembrados pra sempre. Pittsburgh é uma cidade grande, porém menor que o Rio de Janeiro, mas que tem de tudo. Tem um povo cheio de regras e costumes rígidos, como exemplo, depois de duas da manhã todas as atividades são encerradas, inclusive as casas noturnas.

Meus empregadores foram super pacientes e atenciosos, mas o emprego era cansativo. No Mc Donalds é tudo muito corrido, e a nossa loja era a mais procurada, por ser a mais nova da cidade. Trabalhei como caixa, função que foi muito boa pra aprender a falar inglês fluentemente, pois você está em contato direto com o público. Trabalhava oito horas por dia e tinha day-off duas vezes na semana. Não tinha um horário fixo, a gerente fixava o horário da semana, porém poderia ser discutido caso não pudesse ir algum dia.

A minha acomodação foi excelente. Fiquei num apartamento bem grande com dois quartos, e o dividi com mais três amigas. Tinha tudo, computador com internet, cozinha toda equipada, e até lavanderia.
O aspecto mais positivo da viagem foram as pessoas que conheci de vários países: Peru, Turquia, Argentina, Tailândia – fora os americanos. Fizemos várias festas para reunir o pessoal, saímos bastante para boates e bares, ficamos muito amigos.
A única dificuldade que tive, foi ao chegar a Chicago, para pegar um avião para Pittsburgh. Nesse dia, uma nevasca fez o aeroporto internacional encerrar seus vôos, que seriam retomados somente no dia seguinte. Entrei em pânico porque iria passar a noite no aeroporto numa cidade desconhecida, em meio a uma tempestade fortíssima. Então resolvi falar com a cia. aérea e expliquei minha situação. Eles me mandaram para um hotel com jantar e café da manhã, pagos pela empresa.

Realizar esse programa remunerado nas férias da faculdade foi um benefício porque iria ficar em casa o dia todo sem fazer nada, se ficasse no Brasil. A viagem não prejudicou a minha faculdade, pois tive três meses de férias e fora muito bom pro meu currículo, pois a minha carreira exige inglês fluente. Viajei para Nova York, pois é muito perto de Pittsburgh, e é um lugar que eu sempre sonhei em conhecer. Eu simplesmente amei, visitei todos os pontos turísticos, vi peça de teatro na Broadway e fiz compras. 

Passar uma temporada no exterior é muito importante, pois o inglês é fundamental em qualquer carreira, e como curso de inglês todo mundo já fez, a viagem com certeza é um diferencial no mercado de trabalho. Planejo ir novamente, mas dessa vez pra fazer um estágio, curso ou mestrado.